A destinação correta do lixo das 25 cidades da região Seridó foi discutida durante audiência pública na manhã desta quarta-feira (22) na Câmara Municipal de Currais Novos, em solenidade que contou com a presença dos prefeitos Odon Jr, Luciano Santos (Lagoa Nova), vereadores dos dois municípios, além de técnicos do IDEMA, SEMARH, e de secretários de meio ambiente de cidades da região. O vice-prefeito de Currais Novos, Anderson Alves; o secretário municipal do gabinete, Francisco Medeiros; e o assessor jurídico, Adriano Brandão, também participaram da audiência.

A Reunião técnica de apresentação do projeto de aterro sanitário de Caicó e Estação de Transbordo de Currais Novos contou com a explanação do técnico da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMARH, Sérgio Pinheiro, responsável pela elaboração do plano. “O consórcio de resíduos sólidos teve início em setembro de 2009 e desde então iniciamos o processo de elaboração do projeto”, comentou.

A Fundação de Apoio a Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte – FUCERN, através do professor do IFRN, Wagner Alves, apresentou os estudos de impacto ambiental e o relatório de impacto ambiental, dados importantes para a execução do projeto. De acordo com o projeto, o aterro sanitário do Seridó terá uma vida útil de 21 anos, e este prazo pode ser prorrogado por medidas como a coleta seletiva nos municípios seridoenses.