Caicó ganhará o polo do CVV - Centro de Valorização da Vida e no fim de semana vários voluntários passaram pela primeira etapa de uma capacitação para atuarem no Centro. Nesta primeira etapa quase quarenta voluntários participaram do evento que iniciou no último sábado e que terá ainda mais dois módulos de capacitação.

O trabalho é um dos grandes potencias para a prevenção do suicídio. O Centro é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973, mantenedora e responsável pelo Programa CVV de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio, desenvolvido pelos Postos do CVV em todo o Brasil.

O trabalho consiste no diálogo compreensivo e na doação incondicional do calor humano. O Voluntário trabalha no sentido de compreender a pessoa que procura o CVV, dessa forma, valorizando sua vida.

O atendimento é feito por telefone, pessoalmente, por correspondência, chat ou e-mail. A pessoa que procura o CVV tem o sigilo assegurado, a total privacidade e anonimato. O atendimento ocorre em clima de profundo respeito e confiança.