O colesterol alto pode aparecer nos primeiros anos de vida. Com a estimativa de que 7,3% das crianças menores de cinco anos estão acima do peso, a doença tem sido cada vez mais comum devido ao aumento da obesidade.

O relatório conjunto da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas), foi divulgado no primeiro semestre do corrido ano com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

‘‘Os vilões da alimentação dessas crianças são uma das principais causas do colesterol alto. São biscoitos, bolachas, bolos, refrigerantes, sucos artificiais e produtos industrializados que predominam em uma alimentação baseada em excesso de gorduras”, explica Rosianny Cristina, nutricionista do Hapvida Saúde.