Parlamentares que estiveram com a presidente do STF, Cármen Lúcia, na terça (7), relataram que ela manifestou preocupação com a aprovação do projeto que acaba com os supersalários. A ministra teria dito que, se ele for votado como está, “o Congresso pode destruir o Judiciário”.

Cármen Lúcia teria demonstrado especial preocupação com o possível corte de auxílios a juízes que atuam em condições insalubres ou em lugares de difícil acesso. Os parlamentares disseram que não são contra essas remunerações, mas que elas precisam ser transparentes e comprovadas.