O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Expedito Ferreira, recebeu, na manhã desta sexta-feira, 25, uma visita de cortesia do conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) Walter Agra, que ocupa pela segunda vez o mandato como integrante do CNMP, desta vez reconduzido para o biênio 2015-2017.

A reunião, em caráter informal, ocorreu no gabinete da presidência, que também contou com a presença do desembargador Amaury Moura Sobrinho, decano na Corte potiguar, além dos juízes auxiliares, João Afonso Pordeus e João Eduardo, do presidente da OAB/RN, Paulo Coutinho, bem como do secretário geral do TJRN, Luiz Mariz, dentre outros servidores.

A reunião também serviu para que o presidente do TJ e o representante do CNMP ressaltassem os recentes resultados de avaliação de despesas, registradas em todos os tribunais brasileiros e confirmados pelo Conselho Nacional de Justiça, por meio do qual o TJRN se encontra entre os que mais reduziram gastos e que mantém uma boa gestão na economia de seus recursos.

“Mesmo diante dessas questões difíceis, que verificamos em todo o país, entre Executivo e Judiciário, em elementos como a demora no repasse dos duodécimos (parcela constitucional orçamentária que os governos devem repassar aos TJ's), o TJ é um dos tribunais, ao lado do TJ da Paraíba, que tem administrado muito bem suas despesas e reduzido gastos”, destaca o conselheiro.