Um grupo de pessoas portadoras de necessidades especiais da cidade de João Câmara está empenhado em garantir um meio de gerar renda de forma sustentável com a produção de vassouras, feitas com garrafas pet, e sabão a partir da reutilização de óleo saturado, que iria diretamente para o meio ambiente. Devido à parceria entre o Sebrae no Rio Grande do Norte e CPFL Renováveis, a Associação Camarense de Apoio aos Portadores de Deficiências (Acapord) deverá escrever um novo capítulo na sua história. A instituição está recebendo o suporte para dimensionar a produção e abrir vagas de trabalho, gerando inserção social para os 149 associados.

A ação, que teve início em setembro do ano passado, consiste na reestruturação da linha de produção da associação, que começa com um estudo de viabilidade econômica mercadológica e ações de marketing para ampliar a coleta dos insumos e, consequentemente, aumentar a produção. Realizado pelo Sebrae, o estudo ficou pronto e foi apresentado na primeira semana deste mês. O diagnóstico constatou a viabilidade da operação também com alvejantes e detergentes.