O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou o diploma do vereador de Parnamirim, Paulo Estevão de Miranda Borges (PHS), por decisão da maioria dos juízes da corte eleitoral.

Além de perder o mandato, o tribunal determinou ainda sua inelegibilidade por oito anos. Ele é acusado de abuso de poder político e econômico. Em seu lugar assume Ana Michelli.