A deputada federal Zenaide Maia participou nesta terça-feira (21) do debate sobre a Crise Econômica nas Instituições de Ensino Superior no Brasil, no plenário Ulysses Guimarães. Com a redução drástica no orçamento para educação e pesquisa está levando as universidades federais a operarem no limite, com salários e bolsas em atraso, corte nas políticas de atendimento aos estudantes, redução de direitos e falta de repasses para necessidades básicas.

Em sua fala, Zenaide destacou que é através da educação que se fortalece os laços sociais e até mesmo a corrupção, como defendem alguns cientistas. A deputada ainda aproveitou para alertar que ninguém deve esperar nada de bom do Governo Temer, pois ao invés de tirar os privilégios dos que tem, corta recursos na Saúde, Educação e Segurança, mesmo sendo assassinados 60 mil brasileiros por ano."Quem votou na emenda 95 disse o seguinte: você que já morre por falta de recursos, continue morrendo por mais 20 anos. Essa história de teto dos servidores, foi usado eufemismo. Não falta recurso. Anistiaram 20 milhões do Banco Itaú, tirado da Educação e Saúde deste país. Eu vou continuar defendendo o ensino público, que é a unica maneira de evitar o apartheid deste pais", disse a deputada potiguar